Gamblers and lovers really play to lose.
Lawrence Durrell

Flickr
Cinema Memória
I'm also part of the human catalogue.
Install Theme
Sérgio Godinho

—Espalhem a noticia

Eu fui ao fim do mundo
eu vou ao fundo de mim
vou ao fundo do mar

Vou ao fundo do mar
no corpo de uma mulher
vou ao fundo do mar
no corpo de uma mulher
- bonita.

Sérgio Godinho
Espalhem a notícia

Se quiséssemos apenas ser felizes, seria fácil. Mas queremos ser mais felizes do que os outros. O que quase sempre é difícil, já que pensamos que eles são mais felizes do que realmente são.

— Charles de Montesquieu (via comoumrefraodebolero)

não caber em lugar algum

Arranca metade do meu corpo, do meu coração, dos meus sonhos. Tira um pedaço de mim, qualquer coisa que me desfaça. Recria-me, porque eu não suporto mais pertencer a tudo, mas não caber em lugar algum.

-
José Saramago

(Source: comoumrefraodebolero, via seizeexistence)

Audrey Horne

Audrey Horne

(Source: gilliansanderson, via misswallflower)

via obscureandoffbeatcinemaPresentation ou Charlotte et son steak (Eric Rohmer, 1960)

via obscureandoffbeatcinema
Presentation ou Charlotte et son steak (Eric Rohmer, 1960)

não sei como dizer-te sem milagres

Não sei como dizer-te que minha voz te procura

Não sei como dizer-te que minha voz te procura
e a atenção começa a florir, quando sucede a noite
esplêndida e vasta.
Não sei o que dizer, quando longamente teus pulsos
se enchem de um brilho precioso
e estremeces como um pensamento chegado. Quando,
iniciado o campo, o centeio imaturo ondula tocado
pelo pressentir de um tempo distante,
e na terra crescida os homens entoam a vindima
- eu não sei como dizer-te que cem ideias,
dentro de mim, te procuram.

Quando as folhas da melancolia arrefecem com astros
ao lado do espaço
e o coração é uma semente inventada
em seu escuro fundo e em seu turbilhão de um dia,
tu arrebatas os caminhos da minha solidão
como se toda a casa ardesse pousada na noite.
- E então não sei o que dizer
junto à taça de pedra do teu tão jovem silêncio.
Quando as crianças acordam nas luas espantadas
que às vezes se despenham no meio do tempo
- não sei como dizer-te que a pureza,
dentro de mim, te procura.

Durante a primavera inteira aprendo
os trevos, a água sobrenatural, o leve e abstracto
correr do espaço -
e penso que vou dizer algo cheio de razão,
mas quando a sombra cai da curva sôfrega
dos meus lábios, sinto que me faltam
um girassol, uma pedra, uma ave - qualquer
coisa extraordinária.
Porque não sei como dizer-te sem milagres
que dentro de mim é o sol, o fruto,
a criança, a água, o deus, o leite, a mãe,
o amor,

que te procuram.

-
Herberto Hélder

I’m a dirt person. I trust the dirt. I don’t trust diamonds and gold.

— Eartha Kitt  (via lsd-soaked-tampon)

(Source: hopefulinstinct, via seizeexistence)

There are poems
inside of you
that paper can’t
handle.

— (via stablinq)

(Source: rustyvoices, via seizeexistence)